Home » Africa » Avião que estava desaparecido com 10 pessoas no Quênia é encontrado

Avião que estava desaparecido com 10 pessoas no Quênia é encontrado

Mais de 36 horas depois de que o sinal da aeronave foi perdido, ainda não há informações se as pessoas que estavam no avião sobreviveram ao acidente

Nairóbi- As autoridades do Quênia confirmaram que localizaram nesta quinta-feira, em um parque nacional do sudoeste do país, os destroços do avião leve de uma subsidiária da companhia aérea Fly540 que transportava oito passageiros e dois tripulantes, que estava desaparecido desde a última terça, quando retornava para Nairóbi.

“É um grande avanço. Nossa equipe de resgate não descansou e agora é questão de conseguir aterrissar para fazer o resgate”, disse o delegado do condado de Nyandarua, Boaz Cherutich.

A busca foi suspensa na noite de ontem por conta das condições climatológicas adversas e acabou sendo retomada no início desta manhã, quando vários helicópteros das forças de defesa quenianas e a polícia conseguiram localizar o local do acidente, no Parque Nacional de Aberdare.

Mais de 36 horas depois de que o sinal da aeronave foi perdido, ainda não há informações se as pessoas que estavam no avião sobreviveram ao acidente.

A aeronave, um Cessna CS208 de East Africa Safari Air Express FlySAX – subsidiária da companhia de baixo custo Fly540 – com capacidade para 12 passageiros, viajava da cidade de Kitale ao Aeroporto Internacional Jomo Kenyatta, quando a torre de controle perdeu o sinal às 17h20 (hora local), segundo a companhia aérea.

No entanto, esta informação contrasta com a oferecida pela Autoridade de Aviação Civil do Quênia (KCAA), que assegura que o aparelho apareceu pela última vez nos seus radares do aeroporto de Nairóbi às 14h02 hora local, inclusive antes de decolar de Kitale.

Segundo fontes consultadas pelo jornal local “Daily Nation”, o avião aterrissaria no outro aeroporto de Nairóbi, o Wilson, mas foi desviado ao Jomo Kenyatta por razões desconhecidas, o que lhe obrigou a tomar uma rota conhecida por suas perigosas tempestades.

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?