Conecte-se a nossa Rede

Aconteceu

‘Ninguém queira passar o que passamos’, diz mulher de paciente com Covid-19 levado a hospital em caçamba de caminhonete em SC

Avatar

Publicado

dia

Família diz que demora de ambulância influenciou na decisão de levar Altair Gonçalves com oxigênio na carroceria do veículo em Chapecó. Uso de cilindros aumentou nas unidades de saúde catarinenses.

Paciente com Covid-19 é levado na caçamba de carro para hospital em Chapecó (SC) — Foto: Amanda Tomasi/Reprodução

Lúcia Viera acompanhou o marido, Altair Gonçalves Pereira, de 41 anos, na caçamba de uma caminhonete até o hospital em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, na segunda-feira (22). Com diagnóstico de Covid-19, ele estava com dificuldades de respirar e foi levado com um cilindro de oxigênio comprado pela própria família. O cabelereiro segue internado na enfermaria do Hospital Regional com quadro estável.

“Ninguém queira passar o que nós passamos naquele momento ali, vendo ele passar mal e não ter uma ambulância para socorrer”, disse a mulher.

Segundo Lúcia, Altair foi levado até o posto de saúde justamente por causa da dificuldade de respirar, após piora no quadro de saúde. Ele foi diagnosticado com coronavírus há cerca de uma semana e estava em casa.

No posto de saúde, o médico pediu que o homem fosse transferido para o Hospital Regional do Oeste.

No entanto, após duas horas de espera, a ambulância solicitada não chegou, segundo a família, que resolveu voltar para casa e improvisou a transferência. Como o oxigênio não coube dentro do carro, ele foi na carroceria.

“Chegamos em casa e veio a irmã dele com a caminhonete, que foi o nosso socorro. Tentamos levar ele sem o oxigênio, mas tivemos que voltar, porque faltou ar e ele disse que não ia aguentar. Colocamos um colchão em cima da caminhonete e conseguimos chegar até lá [hospital] com ele para socorrer”, disse Lúcia.

A prefeitura de Chapecó informou que era necessário abrir uma vaga e que durante a tentativa de transferência com ambulância, a família decidiu levar o paciente.

O cilindro de oxigênio que aparece na imagem foi comprado pela família de Altair. A assessoria do Hospital Regional do Oeste, informou que não passa o estado de saúde dos pacientes, mas confirmou que o homem está internado na unidade. Segundo a mulher, Altair está sob cuidados médicos e se recuperando.

Aumento do uso de oxigênio em SC

Os hospitais em Santa Catarina ainda não registraram desabastecimento de oxigênio, mas alertam que a crescente demanda pode prejudicar os estoques no estado. Isso porque, grande parte dos pacientes com Covid-19 que dão entrada nas enfermarias precisam utilizar oxigênio: Quanto mais grave é a situação, mais insumo a pessoa terá que utilizar, segundo especialistas .

Há alerta também para possível falta de usados na intubação de quem está em situação mais grave. Com o estoque dos hospitais em baixa, o Estado pediu apoio ao Ministério da Saúde. O Ministério Público e o Tribunal de Contas também recomendaram que o Governo tome providências para evitar a falta de oxigênio e garantir o atendimento.

Na capital catarinense, as unidades de pronto atendimento (Upa) estão atendendo pacientes até que haja vagas nos hospitais. O consumo de oxigênio está sendo de 6 a 12 galões de oxigênio por dia nas Upas. Há algumas semanas, esses recipientes eram carregados em média três vezes por semana.

“Apesar do alto consumo, a administração municipal não está com falta de entrega deste serviço, até o momento”, informou a Secretaria municipal de Saúde de Florianópolis.

Na Unidade de Pronto Atendimento de São José, na Grande Florianópolis, o estoque de oxigênio previsto para durar doze dias, em razão da alta demanda, foi consumido em quatro horas por pacientes que esperavam uma transferência.

Nós estamos acompanhado e monitorado as últimas 24 horas, 48 horas. E a gente [percebe] que reduziu o número de pacientes que chegam com a sua saturação baixa e necessitando de oxigênio”, observou a Secretária de Saúde de São José, Simara Simioni.

No Hospital Regional de Biguaçu, na Grande Florianópolis, o alto consumo também tem preocupado a administração da unidade.

“Já teve uma conversa com a empresa que presta serviço para nós. Eles vinham uma vez a cada quinze dias, [agora] estão vindo uma vez por semana fazer o abastecimento de oxigênio”, disse o diretor do Hospital Regional de Biguaçu, Marcio Sottana.

Já o hospital Celso Ramos, em Florianópolis, fez a solicitação de novos cilindros no começo do ano. A administração da unidade enviou para o governo do estado na segunda-feira (21) um documento mostrando a preocupação da unidade com a quantidade de cilindros disponíveis, “diante do cenário que estamos acompanhando a falta de oxigênio (cilindros) em outras unidades hospitalares, já estamos considerando a nossa solicitação de incremento insuficiente, pois se continuar o aumento exponencial de pacientes internados com Covid-19 em nossa unidade, vislumbramos um possível colapso no atendimento de pacientes, acarretando o risco de óbitos caso não anteciparmos uma solução imediata”, diz o ofício.

Mesmo com o risco de desabastecimento descartado pelas empresas que comercializam o produto, alguns efeitos apareceram: A UPA de São José, teve que trocar uma válvula do sistema de gases, em função do uso excessivo.

Já o Hospital Florianópolis registrou “um superaquecimento no sistema de gases na última sexta-feira (19). Como medida de segurança, a empresa de manutenção vetou o aumento do número de leitos até que seja emitido um laudo técnico e realizados as substituições necessárias.”

Alta de 25% na Grande Florianópolis

Os hospitais e UPAs compram oxigênio de empresas privadas, que são responsáveis pelo reabastecimento dos tanques do sistema de gases ou pela troca dos cilindros. A principal empresa que fornece o insumo para os hospitais da Grande Florianópolis, informou para a equipe da NSC TV que nas últimas semanas, registrou um aumento de 25% no consumo do produto na região. Segundo a entidade, a Secretaria de Saúde foi avisada do aumento.

Empresa que abastece a Grande Florianópolis registrou aumento de 25% no consumo de oxigênio — Foto: NSC TV/Reprodução

Empresa que abastece a Grande Florianópolis registrou aumento de 25% no consumo de oxigênio — Foto: NSC TV/Reprodução

 

 

Clique para Comentar

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Aconteceu

PM apreende revólver escondido em bananeira após denúncia de que homem estaria atirando perto de fazenda

Avatar

Publicado

dia

Por

Revólver, que estava dentro de meia, foi apreendido escondido em bananeira — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um revólver foi apreendido escondido em uma bananeira na zona rural de Buritis (MG) nesta segunda-feira (5). A ocorrência terminou com um homem preso.

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi até o Distrito de Serra Bonita após denúncias de que um homem estaria atirando perto de uma fazenda. Durante o rastreamento, os policiais se depararam com o suspeito na rua Acelina Ribeiro.

De acordo com a PM, ao notar a chegada dos militares, ele tentou entrar em sua casa, mas foi abordado.

A PM informou que o homem confessou ter feito os disparos e ainda disse que a arma estava enrolada em uma meia, escondida em um pé de bananas. Ele também afirmou que não possuía porte e nem a documentação do revólver.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Unaí (MG).

Continue Lendo

Aconteceu

Família é torturada com ‘roleta-russa’ por ladrões e fica por mais de 5 horas em cárcere em MS

Avatar

Publicado

dia

Por

Uma família foi torturada por três ladrões com o método de “roleta-russa” e mantidos em cárcere por mais de 5 horas dentro da própria residência, em Itaquiraí, a 395 km de Campo Grande. As informações foram registradas em Boletim de Ocorrência na manhã dessa segunda-feira (5).

No boletim, a Polícia Civil descreveu que os ladrões “passaram a tortura-los apontando arma de fogo o tempo todo e fazendo ameaças de atirar, inclusive municiando o cilindro da arma com uma munição e acionando o gatilho e suas direção, tipo “roleta-russa”. O registro da ocorrência aponta que a família foi mantida em cárcere das 19h dessa domingo (4), até às 0h20 dessa segunda (5).

Para entrar na residência, o casal contou no BO que, um dos ladrões teria pedido socorro ao lado de fora da residência, momento em que o homem saiu para prestar ajuda. Neste momento, outros dois homens, encapuzados, adentram ao recinto e anunciaram o assalto.

No BO, está descrito que os três homens portavam armas de fogo e ao entrar na casa, derrubaram a porta do quarto em que a mulher e os dois filhos, de 2 e 9 anos, estavam.

Após as horas de tortura, os ladrões roubaram o carro e uma caminhonete. No BO, é informado que dois assaltantes levaram os carros, e um permaneceu na residência, mantendo a família em cárcere. Em um determinado momento, o ladrão que ficou na residência, teria saído para ligar para os comparsas, então, a família aproveitou a deixa para fugir pelos fundos do local.

O delegado que investiga o caso, Eduardo Lucena, disse que as diligências estão sendo feitas e os bandidos senguem sendo procurados.

Continue Lendo

Aconteceu

Homem fica preso a grades ao tentar furtar casa em Ceilândia

Avatar

Publicado

dia

Por

O homem foi resgatado pela Polícia Militar e em seguida, detido em flagrante. Após não conseguir entrar pela porta, o ladrão tentou atravessas as grades e ficou preso

Os policiais foram acionados após o ladrão pedir ajuda – (crédito: PMDF/Divulgação)

A Polícia Militar realizou uma prisão inusitada nessa segunda-feira (5/4): por volta das 12h, um homem ouviu gritos de uma pessoa que pedia ajuda em uma casa na QNP 12, do P-Sul, em Ceilândia. Diante da situação, ele decidiu ligar para o 190 e pedir pelo socorro da polícia.

Minutos depois, policiais militares chegaram ao local e, apesar de a casa estar trancada e a entrada estar vazia, também escutaram os apelos, que pareciam vir de dentro do imóvel.

Para conseguir entrar na residência, a polícia usou uma escada emprestada pelos vizinhos para pular o muro. Quando conseguiram entrar na casa, se depararam com uma surpresa: um homem estava preso pela cabeça às grades da porta da cozinha. O ladrão tinha tentado arrombar a porta, mas, sem sucesso, optou por tentar entrar através das grades.

Depois de libertado, o homem, 22 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro), onde está preso em flagrante. Dentro da viatura policial, no caminho para a delegacia, o rapaz confessou aos policiais que está desempregado e admitiu que tinha a intenção de roubar a casa. Ele vai responder pela tentativa de furto.

Continue Lendo

Aconteceu

Incêndio destrói casa de madeira no DF; bombeiros apagam fogo e resgatam animais

Avatar

Publicado

dia

Por

Imóvel fica na Ponte Alta do Gama. Moradores não estavam no local no momento em que chamas começaram; não houve feridos.

Incêndio destrói casa de madeira na Ponte Alta do Gama, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

O Corpo de Bombeiros foi chamado para controlar um incêndio na Ponte Alta do Gama, no Distrito Federal, na noite desta terça-feira (30). O fogo começou por volta das 22h e destruiu uma casa de madeira construída irregularmente no local. Não houve feridos.

A construção fica próxima ao cemitério. No momento em que o fogo começou, os moradores não estavam no local, mas ois cachorros que estavam em um cercado próximo ao imóvel precisaram ser resgatados.

Incêndio destrói casa de madeira na Ponte Alta do Gama, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Incêndio destrói casa de madeira na Ponte Alta do Gama, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Ao todo, 17 militares atuaram no combate às chamas, com quatro carros da corporação. O local também precisou ser resfriado, para extinção total do fogo.

Outros moradores da região contaram aos bombeiros que o terreno é invadido e que os ocupantes do barraco costumam sair durante a noite. A perícia de incêndio foi chamada, e um laudo deve constatar como o fogo começou.

Continue Lendo

Aconteceu

Homem de 44 anos é preso suspeito de estuprar menina de seis anos em Brasília

Avatar

Publicado

dia

Por

Mulher contou à PM que ao chegar em casa encontrou namorado da mãe deitado em colchão com criança. Caso ocorreu no Setor Comercial Sul.

Carro da Polícia Civil do DF em frente à 5ª DP — Foto: TV Globo/Reprodução

Um homem de 44 anos, suspeito de estuprar uma menina de seis anos, foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal nesta terça-feira (30). A mãe da criança contou à PM que, ao chegar em casa, por volta das 19h, encontrou o namorado da avó deitado em um colchão com a filha. Ele vestia apenas uma sunga.

A família mora em um apartamento no Setor Comercial Sul. Na casa viviam duas crianças, a avó e o companheiro. A mãe da menina disse ainda que quando foi dar banho na filha, ela reclamou de dores nas partes íntimas.

A mulher, então, foi até o Posto Comunitário de Segurança e chamou a polícia. A equipe do 1º Batalhão da PM conduziu o suspeito à 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), onde o caso é investigado como estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia Civil, o homem já possui um mandado de prisão em aberto, por formação de quadrilha e, por isso, permaneceu detido.

Dados da Secretaria de Segurança Pública apontam, que até fevereiro, foram registradas 77 ocorrências de estupro no DF. A pena para esses casos é de 6 a 10 anos reclusão, podendo ser ampliada para até 15 anos de prisão se a vítima for menor de 14 anos ou estiver em condição de vulnerabilidade.

Continue Lendo

Aconteceu

Polícia prende ‘falso assessor parlamentar’ que prometia emprego na Câmara de Teresina

Avatar

Publicado

dia

Por

Segundo a Polícia Civil, o suspeito cobrava R$ 250 em troca da promessa de emprego. Investigação aponta que mais de 100 pessoas foram vítimas do golpe.

Central de Flagrantes de Teresina — Foto: José Marcelo/G1

Um homem suspeito de se passar por assessor parlamentar, identificado como Herbet, foi preso nesta terça-feira (30) em um apartamento no Vale do Gavião, Zona Leste de Teresina. Segundo a Polícia Civil, ele cobrava R$ 250 em troca da promessa de emprego na Câmara Municipal.

O coordenador do Grupo de Apoio Operacional (GAO), Joattan Gonçalves, revelou que vários vereadores procuraram à Delegacia Geral denunciando que uma pessoa estava se passando por assessor e cobrando dinheiro das vítimas em troca de emprego. O denunciado não é servidor ou tem vínculo empregatício com a Câmara de Municipal, conforme a polícia.

“O suspeito falava para as vítimas que trabalhava nos gabinetes dos vereadores. Ele cobrava R$ 100 de entrada e mais R$ 150 quando conseguisse o emprego. A pessoa desempregada nessa pandemia ou no desespero acabava pagando e não percebia o golpe”, informou Joattan.

O estelionatário foi preso após a polícia receber a denúncia de que duas vítimas iriam se encontrar com o suspeito para pagar uma das parcelas. Policiais à paisana deram voz de prisão ao homem, que confessou o crime.

“Ele disse que teria aplicado o golpe apenas em 30 pessoas, mas pelas cópias de documentos pessoais e formulários encontrados no apartamento, acreditamos que mais de 100 pessoas foram vítimas. Inclusive o vizinho da frente dele, no momento da prisão, contou que também foi vítima”, contou o coordenador do GAO.

O suspeito foi autuado pelo crime de estelionato na Central de Flagrantes de Teresina. Ele será submetido a Audiência de Custódia nesta quarta-feira (31).

Continue Lendo

Viu isso?