Conecte-se a nossa Rede

Aconteceu

Mãe que matou filha de dois anos vira ré por feminicídio; entenda

Avatar

Publicado

dia

Denúncia apresentada pelo Ministério Público e aceita pela Justiça considerou caso como violência doméstica.

Laryssa Moraes e a filha, de 2 anos, durante passeio; em imagem de novembro de 2019 — Foto: Instagram/Reprodução

O juiz da Vara Criminal e Tribunal do Júri de Águas Claras, no Distrito Federal, aceitou denúncia de feminicídio contra Laryssa Yasmin Pires de Moraes, de 21 anos, que matou a filha, Júlia Felix de Moraes, de dois danos, em fevereiro deste ano. Cabe recurso.

A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público do Distrito Federal. Promotores alegam que o “crime foi cometido contra vítima mulher em contexto de violência doméstica”, e que por isso deve ser considerado feminicídio.

Ao julgar o caso, o juiz Paulo Afonso Correia Lima Siqueira aceitou o entendimento. A decisão foi assinada na última sexta-feira (6) e divulgada nesta terça-feira (10).

O assassinato ocorreu na madrugada de 13 de fevereiro, em Vicente Pires. Além de matar a filha, a jovem teria usado uma faca para atacar o pai da criança, que ficou ferido no rosto (relembre abaixo). Devido à agressão, o Ministério Público também denunciou Laryssa por lesão corporal.

A decisão também mantém a prisão preventiva da jovem. Ao justificar, o juiz citou que o crime “foi praticado de forma bárbara” e que a forma como foi praticado “revela a periculosidade da acusada para o convívio social”.

O despacho cita ainda que a ré não apresentou defesa técnica até a data da decisão.

Agravamento da pena

O juiz marcou uma audiência de julgamento para 28 de abril. Na ocasião, serão ouvidas testemunhas de acusação e defesa. Posteriormente, serão discutidos outros pontos da denúncia que podem impactar na condenação. O MP sugere o agravamento da sentença.

Além do feminicídio, o documento cita outros três pontos que podem aumentar a pena. São eles:

  1. Motivo torpe – porque Laryssa “matou a filha em razão do interesse paterno em obter a guarda da criança”;
  2. Emprego de meio cruel – Laryssa, “após as facadas, ainda tampou a boca da criança com um pano, revelando uma brutalidade fora do comum e em contraste com o mais elementar sentimento de piedade”;
  3. Recurso que dificultou a defesa da vítima – Laryssa “atacou covardemente uma criança de apenas 2 anos com facadas enquanto estava deitada e não esperava ser atacada pela própria mãe”.

O crime

Polícia Civil faz perícia em apartamento onde menina de 2 anos e 2 meses foi morta a facadas, no DF — Foto: Luiza Garonce/G1

Polícia Civil faz perícia em apartamento onde menina de 2 anos e 2 meses foi morta a facadas, no DF — Foto: Luiza Garonce/G1

O assassinato ocorreu no apartamento em que Laryssa, a filha e o ex-companheiro, Giuvan Felix moravam. O casal não tinha um relacionamento, mas vivia juntos a cerca de dois meses, após a jovem ser expulsa de casa, em Padre Bernardo (GO).

Em depoimento à Polícia Civil, Giuvan contou que ele e Laryssa se desentenderam após ela afirmar que reataria um relacionamento com uma ex-namorada. A partir de então, ele afirmou que passou a se informar sobre procedimentos para requerer a guarda da criança.

Aos policiais, Giuvan disse ainda que tinha um acordo com Laryssa para ela deixar a casa. No dia combinado da saída, ela matou a criança.

Após o crime, a mãe de Júlia contou diferentes versões. Primeiro, enquanto era atendida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), confessou o assassinato. Já na delegacia, disse que a filha havia sido morta pelo pai. No entanto, segundo a polícia, horas depois ela voltou a assumir a autoria do crime.

 

Clique para Comentar

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Aconteceu

Suspeito de espancar e esfaquear cunhada no pescoço é preso no norte do estado

Avatar

Publicado

dia

Por

A polícia informou que o homem é usuário de drogas e estava sob efeito de substâncias químicas quando tudo aconteceu. Ele teria atacado a mulher do irmão por acreditar em uma suporta traição.

Suspeito estava foragido desde setembro de 2020 — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um homem de 33 anos que é suspeito de tentar matar a cunhada com três facadas no pescoço em Axixá, no norte do Tocantins. O crime foi em setembro de 2020. Na época a vítima precisou ser internada após o ataque. O nome do suspeito não foi divulgado pela polícia e por isso o G1 não conseguiu localizar a defesa dele..

O delegado do caso, Thyago Bustorff, explicou que o homem é usuário de drogas e estaria sob o efeito das substâncias no dia do crime. Ele teria começado a discutir com a cunhada porque acreditava em uma suposta traição por parte dela. O irmão do suspeito que é casado com a vítima interferiu e conseguiu socorrer a mulher.

Na época, ele ainda derrubou a vítima no chão e desferiu diversos golpes contra ela antes de ser desarmado. Ele estava foragido da Justiça desde a época e foi localizado na manhã desta terça-feira (11) em Axixá. Agora o homem deve responder por tentativa de feminicídio.

Continue Lendo

Aconteceu

Dono de desmanche de veículos é preso por receptação em Uberlândia

Avatar

Publicado

dia

Por

Prisão aconteceu na manhã desta segunda-feira (8), após um veículo roubado em Itumbiara ser rastreado até o desmanche.

Proprietário do local afirmou ter comprado veículo de um vendedor de Catalão — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um homem foi preso nesta segunda-feira (8) em Uberlândia, após ser identificado como o dono de um desmanche de veículos roubados. A prisão aconteceu após um veículo roubado na sexta-feira (7), em Itumbiara, ser rastreado até o desmanche. O veículo foi recuperado.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a corporação foi acionada na manhã desta segunda (10) para ir até o Bairro Segismundo Pereira. Os solicitantes eram funcionários de uma empresa de rastreamento de veículos e informaram aos militares que o caminhão roubado estava no endereço denunciado, na Rua Amâncio Jorge Monteiro.

Uma guarnição policial se deslocou até o local denunciado e foi atendida por um homem de idade não informada, que se identificou como o proprietário da empresa. Lá dentro os militares encontraram diversos equipamentos, objetos de veículos, ferramentas e caminhões desmontados, inclusive o veículo roubado em Goiás.

Policiais encontraram peças de diversos veículos no local — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Policiais encontraram peças de diversos veículos no local — Foto: Polícia Militar/Divulgação.

Segundo relato do suspeito aos policiais, ele havia comprado o caminhão naquele mesmo dia de um homem conhecido por ter uma garagem de compra e venda de veículos na cidade de Catalão, no estado de Goiás. Ele afirmou ter dado uma entrada de R$ 50 mil e que pagaria mais dez parcelas as de R$ 25 mil. Ele iria desmontar o veículo e pintá-lo de vermelho para depois revendê-lo.

Os funcionários da empresa de rastreamento identificaram o caminhão pelo chassi, cor e modelo. Além disso, a documentação dele também foi encontrada no local. Assim o suspeito foi detido por receptação e levado para a delegacia de plantão. O caminhão foi encaminhado juntamente com as peças já desmontadas para um pátio.

Continue Lendo

Aconteceu

Dois funcionários são parcialmente soterrados após desabamento em obra de condomínio em Brasília

Avatar

Publicado

dia

Por

Trabalhadores foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para Hospital de Base; estado de saúde ‘é estável’. Incidente aconteceu no fim da manhã desta terça-feira (11), na Octogonal.

Bombeiros resgatam operários após deslizamento de terra em obra no DF — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Dois funcionários de uma obra em um condomínio na Octogonal, em Brasília, foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros após serem parcialmente soterrados, nesta terça-feira (11). Segundo os militares, os trabalhadores atuavam na impermeabilização da parede da garagem do prédio, quando uma tubulação de água se rompeu e causou o deslizamento de terra.

O incidente aconteceu por volta das 11h30. Seis funcionários estavam no local no momento do acidente, mas apenas dois ficaram soterrados. Inicialmente, os demais trabalhadores tentaram resgatar os colegas, mas não tiveram sucesso.

Dois funcionários são soterrados em obra em Brasília, nesta terça-feira (11) — Foto: Arquivo pessoal

Dois funcionários são soterrados em obra em Brasília, nesta terça-feira (11) — Foto: Arquivo pessoal

Segundo o Corpo de Bombeiros, Domingos Ribeiro, de 34 anos, foi levado ao Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF) com suspeita de fratura no pé direito e escoriações pelo corpo. Já Isac Pereira, de 22 anos, não apresentava ferimentos aparentes, mas foi encaminhado à unidade de saúde porque reclamava de dores na coluna cervical.

Continue Lendo

Aconteceu

Policial civil reage a assalto e mata suspeito, em Vicente Pires, no DF

Avatar

Publicado

dia

Por

Continue Lendo

Aconteceu

Foragido da Papuda há cinco anos é recapturado pela Polícia Penal

Avatar

Publicado

dia

Por

Os policiais identificaram que o interno utilizava mais de um nome falso para despistar a polícia, de modo a inviabilizar a recaptura

(crédito: Polícia Penal/Divulgação)

A Polícia Penal do Distrito Federal recapturou, nesta quarta-feira (28/4), um homem foragido do Complexo Penitenciário da Papuda desde 2016. Segundo as investigações, o preso foi contemplado com a ‘saidinha’ — benefício concedido pela Vara de Execuções Penais — em julho e não mais retornou ao sistema prisional na data prevista.

Os policiais identificaram que o interno utilizava mais de um nome falso para despistar a polícia, de modo a inviabilizar a recaptura. Ele foi preso por volta das 6h, em casa, em São Sebastião.

O preso tem passagens por furtos diversos, porte ilegal de arma de fogo, ameaça e dano, receptação, além de duas ocorrências por furto de bicicleta. Após ser detido, ele foi encaminhado à 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) e deve ser readequado na Papuda.

Continue Lendo

Aconteceu

Após trocar tiros com policiais militares, criminoso é morto em Samambaia

Avatar

Publicado

dia

Por

Segundo a PMDF, durante patrulhamento nas Quadras 400 de Samambaia, os policiais ordenaram que o motorista de um veículo parasse. Após perseguição, suspeitos saíram do carro armados

No carro, a polícia encontrou 3kg de maconha – (crédito: PMDF/Divulgação)

Um tiroteio deixou um suspeito morto na madrugada desta quarta-feira (28/4), em Samambaia. A troca de tiros entre criminosos e policiais militares das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) começou após a corporação ter sido atacada.

Segundo a PMDF, durante patrulhamento nas Quadras 400 de Samambaia, os policiais ordenaram que o motorista de um veículo parasse. O condutor, no entanto, não teria obedecido e a equipe deu início à perseguição. No Morro do Sabão, os dois criminosos abandonaram o carro e saíram do automóvel. Armado, um dos homens atirou contra os militares, que reagiram.

O criminoso baleado chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro conseguiu fugir para um matagal. Dentro do carro, roubado no Novo Gama, em Goiás, a polícia encontrou 3kg de maconha prensada. A equipe também apreendeu um revólver calibre 38, com três munições deflagradas e duas intactas. O material apreendido foi entregue à 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte).

 

Continue Lendo

Viu isso?