Home » Tecnologia » Produtos » Carros movidos por gasolina podem ser proibidos no Brasil em 2060

Carros movidos por gasolina podem ser proibidos no Brasil em 2060

Proposta discutida no Senado quer reduzir os efeitos gerados pelo consumo dos combustíveis fósseis

São Paulo – Senadores brasileiros estão discutindo proibir, a partir de 2060, a comercialização e a circulação de veículos movidos por combustão – ou seja, que utilizam combustíveis fósseis como gasolina e diesel. Carros abastecidos exclusivamente com biocombustíveis, como o etanol, não serão afetados.

De autoria do senador Telmário Mota (Pros/RR), a PLS 454/2017 já teve parecer favorável da Comissão de Assuntos Econômicos e começou a ser debatida na Comissão do Meio Ambiente (CMA) na segunda-feira (7). Mesmo que a proibição só entre em vigor daqui quatro décadas, a medida visa reduzir de forma gradual os efeitos gerados pelo consumo dos combustíveis fósseis.

A previsão é de que, a partir e 2030, 90% dos carros vendidos no Brasil utilizem motor à combustão. O percentual deve diminuir para 70% e 10% em 2040 e 2050, respectivamente. É um plano semelhante ao adotado por outros países. A Alemanha, por exemplo, quer proibir os veículos por combustão até 2030.

Na audiência pública de ontem, o setor defendeu a criação de um marco legal da eletromobilidade no País, o que facilitaria a transição gradual dos carros tradicionais para automóveis elétricos ou híbridos.

O encontrou contou com a participação de representantes da indústria automobilística e de organizações como a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), além de membros do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Preço atrapalha

Abandonar combustíveis como gasolina, diesel e até mesmo o álcool e apostar em carros elétricos, por exemplo, não é algo simples de ser feito no Brasil. E nem barato.

Modelo mais em conta ofertado no mercado brasileiro, o chinês JAC iEV20, sai a partir de quase 120 mil reais. É somente um pouco menos do que os 128 mil reais cobrados pela Toyota no popular Prius. O Zoe, da Renault, custa 150 mil reais, enquanto o Bolt, da Chevrolet, não sai por menos de 175 mil reais.

Líder no mercado americano, a Tesla, de Elon Musk, comercializa o Model 3 por 35 mil dólares. O mesmo veículo, importado para o Brasil, ultrapassa os 200 mil reais. Vale lembrar que modelos mais parrudos e fabricados por empresas como BMW e Porsche podem custar mais de meio milhão de reais por aqui.

 

Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?