Conecte-se a nossa Rede

Aconteceu

Após mãe e companheira que esquartejaram menino serem condenadas a 129 anos, avô de Rhuan desabafa: ‘Foi feita Justiça’

Avatar

Publicado

dia

Mãe do garoto foi sentenciada a 65 anos de prisão e a companheira dela pegou 64 anos. Corpo de Rhuan Maycon foi achado dentro de mala no Distrito Federal no ano passado. Avô diz que lembra do neto todos os dias e que não perdoa o que a dupla fez com a criança.

‘Feita Justiça’, diz avô após mãe e companheira que esquartejaram menino serem condenadas a 129 anos — Foto: Arquivo da família.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Após mais de um ano e cinco meses, a espera por Justiça pela morte brutal do neto chegou ao fim. É o que diz o senhor Francisco das Chagas, mais conhecido como Chaguinha, avô do menino Rhuan Maycon, de 9 anos, que foi assassinado em 2019.

O Tribunal do Júri de Samambaia, no Distrito Federal, condenou Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa pelo assassinato da criança. O julgamento ocorreu nessa quarta-feira (25).

O corpo da criança foi encontrado na madrugada do dia 1º junho do ano passado, esquartejado, dentro de uma mala (veja mais abaixo). A dupla foi sentenciada pelos crimes de homicídio qualificado, lesão corporal gravíssima, tortura, ocultação e destruição de cadáver e fraude processual.

As penas foram fixadas em:

  • Rosana Auri da Silva Cândido, mãe do menino: 65 anos de reclusão e 8 meses e 10 dias de detenção
  • Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, companheira de Rosana: 64 anos de reclusão, além de 8 meses e 10 dias de detenção

Mesmo de longe, o avô do menino conta que acompanhou o julgamento das duas e que ficou satisfeito com o resultado do júri. Para ele, nada vai trazer a alegria de ter o neto em seus braços novamente, mas o fato de as duas acusadas pagarem pelo que fizeram ao menino já conforta o coração.“Para mim, ficou bom, achei que foi justo, apesar de que elas não vão passar esse tempo todo na cadeia. Foi feita Justiça, graças a Deus, tem gente que mata e pega menos tempo que isso. Hoje está como se tivesse acontecido agora esse crime, porque voltou tudo de novo, relembrei tudo, as pessoas ficam ligando para saber. É muito difícil, lembro dele todos os dias da minha vida e nunca vou esquecer. Mas, Deus dá o conforto pra gente seguir”, disse Chaguinha.

Questionado se tinha alguma chance de perdoar as duas mulheres, o avô do menino foi enfático: “Quem perdoa é Deus, eu não tenho esse poder. O que ela fez com meu neto destruiu toda família, a mais afetada, sem dúvida, deve ser ela [mãe de Rhuan].”

Mãe e companheira que esquartejaram menino foram condenadas a 129 anos de prisão — Foto: Divulgação PC/DF

Mãe e companheira que esquartejaram menino foram condenadas a 129 anos de prisão — Foto: Divulgação PC/DF

Julgamento

Segundo informações divulgadas pelo Ministério Público do DF (MPDFT), “durante o julgamento, Kácyla ficou em silêncio e assumiu a execução de todos os crimes, afirmando não haver nenhuma participação da companheira”.

No entanto, os jurados acataram na íntegra a denúncia do MP. Para o júri, as acusadas premeditaram o assassinato.

De acordo com a acusação, a dupla planejou como executar e destruir o corpo da criança. Na noite do crime, diz o MP, Rosana e Kacyla esperaram Rhuan dormir para cumprir o plano. A denúncia afirma que a mãe desferiu o primeiro golpe no peito da criança, que acordou com o ataque.

Já Kacyla teria segurado o menino para que a companheira desferisse os outros golpes. Segundo o Ministério Público, por fim, a mãe decepou a cabeça do filho ainda com vida.

A denúncia diz ainda que, após o assassinato, a dupla esquartejou, perfurou os olhos e dissecou a pele do rosto do menino. De acordo com o MP, as acusadas também tentaram incinerar partes do corpo em uma churrasqueira com o intuito de destruir o cadáver e dificultar o seu reconhecimento.

Como o plano inicial não deu certo, elas colocaram partes do cadáver em uma mala e duas mochilas. Rosana jogou a mala em um bueiro próximo à residência onde ocorreu o crime. Em seguida, moradores da região desconfiaram da atitude da mulher e acionaram a polícia.

Prisão

A mãe, Rosana Cândido, e a companheira dela, Kacyla Pryscila, foram presas na casa onde moravam com a criança e ainda com a filha de Kacyla, uma menina de 8 anos.

Em depoimento à polícia, Rosana contou que”sentia ódio e nenhum amor pela criança”. Segundo o Ministério Público do DF, a mãe de Rhuan arquitetou o crime por odiar a família do pai dele.

“Rosana nutria sentimento de ódio em relação à família paterna da vítima. Kacyla conhecia os motivos da companheira e aderiu a eles”, diz a denúncia.

 

Rhuan Maycon tinha quatro anos quando saiu do Acre com a mãe, segundo avô  — Foto: Arquivo da família

Rhuan Maycon tinha quatro anos quando saiu do Acre com a mãe, segundo avô — Foto: Arquivo da família

 

Clique para Comentar

Fazer um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Aconteceu

PCDF mira grupo que incendiava lanchas de propósito para lucrar com o seguro

Avatar

Publicado

dia

Por

Em um dos casos, os suspeitos lucraram R$ 750 mil. Uma lancha foi apreendida na manhã deste sábado (17)

Foto: Divulgação/PCDF

A Polícia Civil (PCDF) realizou, na sexta-feira (16), mais uma operação contra um grupo que causava acidentes propositais em veículos para arcar com a indenização paga por seguradoras de automóveis. Uma lancha foi apreendida na manhã deste sábado (17).

Segundo as investigações, o grupo provocava acidentes de propósito envolvendo dois carros. Eles batiam os veículos um no outro, sempre atingindo o eixo central, o que configura perda total. Sem perceber o golpe, as seguradoras cobriam financeiramente os automóveis.

O grupo criminoso age há dois anos. Em dezembro 2019, os acusados inovaram e decidiram incendiar uma embarcação de 50 pés às margens do Lago Corumbá, em Caldas Novas-GO, o que lhes deu R$ 750 mil.

Foto: Divulgação/´PCDF

Nove meses depois, a PCDF fez a primeira operação contra o bando e encontrou os motores e rabetas da lancha incendiada em uma oficina de um clube no Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES). As investigações apontaram que outra embarcação havia sido queimada em fevereiro de 2019. O motor dela foi retirado e colocado na lancha apreendida neste sábado (17).

Para dificultar as investigações, o bando registrava ocorrências na PCDF. Eles se revezavam entre motoristas, segurados e recebedores da indenização. Dentre os veículos atingidos, estão três BMWs, uma Porsche e um Chrysler. Os acidentes ocorriam sempre à noite e em lugares pouco movimentados, como o Setor de Clubes Sul e a DF-140, próximo à Papuda.

Não há mais informações sobre os membros do grupo criminoso.

Marinha do Brasil auxiliou a PCDF na operação. Foto: Divulgação/PCDF

 

Continue Lendo

Aconteceu

Operação de combate a crimes ambientais resgata 130 animais silvestres na região de Paulo Afonso, no norte da Bahia

Avatar

Publicado

dia

Por

Aves foram encaminhadas aos cuidados do Cetas, do Inema, onde foram triados, alimentados e tratados por equipes de veterinários, biólogos e demais profissionais.

Operação de combate a crimes ambientais resgata 130 animais silvestres na região de Paulo Afonso — Foto: Divulgação/PRF

Uma operação de combate a crimes ambientais resgatou 130 animais silvestres na manhã de domingo (11), em localidades de Paulo Afonso, no norte da Bahia. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que integrou a operação conjunta com o Inema, ICMBio, Ministério Público da Bahia e a ONG Animalia.

De acordo com a PRF, a operação teve como objetivo o combate aos crimes contra a fauna, coibindo a criação ilegal e o tráfico de animais.

Durante a ação, os policiais flagraram com grande quantidade de aves aprisionadas em gaiolas sujas, bem como apetrechos como sacolas para esconder os pássaros e armadilhas.

A PRF informou que algumas pessoas foram encontradas nos locais da operação, mas não detalhou quantas. Elas fora detidas e cada uma, assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Todas responderão na Justiça Criminal por suas condutas praticadas contra o meio ambiente. O INEMA aplicou multas e sanções administrativas.

As aves foram encaminhadas aos cuidados do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Inema onde foram triados, alimentados e tratados por equipes de veterinários, biólogos e demais profissionais.

Alguns dos animais tinham condições de serem reinseridos na natureza e foram soltos em seus habitats ainda durante a operação.

Operação de combate a crimes ambientais resgatou 130 animais silvestres na região de Paulo Afonso, no norte da Bahia — Foto: Divulgação/PRF

Operação de combate a crimes ambientais resgatou 130 animais silvestres na região de Paulo Afonso, no norte da Bahia — Foto: Divulgação/PRF.

 

Continue Lendo

Aconteceu

Adolescente some após tomar banho com amigos na barragem de Igarassu e corpo é encontrado pelos bombeiros no dia seguinte

Avatar

Publicado

dia

Por

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro adolescentes estavam na barragem no domingo (11), mas um deles não retornou à superfície. Corpo foi encontrado às 12h30 desta segunda (12).

Unidade Tática de Mergulho dos Bombeiros encontrou o corpo do adolescente na barragem de Igarassu, no Grande Recife — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O corpo de um adolescente foi encontrado por bombeiros no início da tarde desta segunda-feira (12), na barragem de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele e outros três amigos, também adolescentes, estavam tomando banho no local na tarde do domingo (11).

Os três adolescentes que retornaram à superfície acionaram o Corpo de Bombeiros após notar que o amigo não conseguiu sair da água. As buscas pelo adolescente tiveram início por volta das 16h30 do domingo (11), na barragem localizada na Estrada do Monjope, no bairro de Cruz de Rebouças.

Por causa da baixa visibilidade, as buscas foram suspensas na noite do domingo (11), por volta das 19h, pela Unidade Tática de Mergulho do Corpo de Bombeiros. A equipe retomou as buscas na manhã desta segunda-feira (12), por volta das 7h40.

Buscas foram retomadas na manhã desta segunda-feira (12) após terem sido suspensas na noite do domingo (11) — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Buscas foram retomadas na manhã desta segunda-feira (12) após terem sido suspensas na noite do domingo (11) — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação.

O corpo foi localizado na barragem por volta das 12h30 desta segunda-feira (12). De acordo com os bombeiros, o adolescente tinha, aproximadamente, 15 anos. O nome dele não foi divulgado.

Após ser encontrado pelos bombeiros, o corpo do adolescente ficou sob os cuidados da Polícia Militar (PM). Outro caso

Homem caiu em córrego na rua Maria Adelaide Castelo Branco e foi arrastado pela água da chuva — Foto: Reprodução/WhatsApp

Homem caiu em córrego na rua Maria Adelaide Castelo Branco e foi arrastado pela água da chuva — Foto: Reprodução/WhatsApp

Um homem de 52 anos caiu em uma canaleta e foi arrastado pela água no bairro da Cohab, na Zona Sul do Recife, na noite do sábado (10), durante a chuva forte registrada no Grande Recife. O acidente aconteceu na Rua Maria Adelaide Castelo Branco.

Um vizinho viu quando José Cláudio Botelho, que é deficiente físico e anda com o auxílio de muletas, escorregou e foi arrastado pela correnteza. Os bombeiros foram acionados às 19h05 e iniciaram as buscas no local, mas não encontraram José Cláudio.

O trabalho foi retomado na manhã deste domingo (11), às margens do canal da Lagoa Encantada, no bairro vizinho do Ibura e interrompido no final do dia. O Corpo de Bombeiros voltou fazer buscas nesta segunda-feira (12).

Continue Lendo

Aconteceu

PM apreende revólver escondido em bananeira após denúncia de que homem estaria atirando perto de fazenda

Avatar

Publicado

dia

Por

Revólver, que estava dentro de meia, foi apreendido escondido em bananeira — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um revólver foi apreendido escondido em uma bananeira na zona rural de Buritis (MG) nesta segunda-feira (5). A ocorrência terminou com um homem preso.

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi até o Distrito de Serra Bonita após denúncias de que um homem estaria atirando perto de uma fazenda. Durante o rastreamento, os policiais se depararam com o suspeito na rua Acelina Ribeiro.

De acordo com a PM, ao notar a chegada dos militares, ele tentou entrar em sua casa, mas foi abordado.

A PM informou que o homem confessou ter feito os disparos e ainda disse que a arma estava enrolada em uma meia, escondida em um pé de bananas. Ele também afirmou que não possuía porte e nem a documentação do revólver.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Unaí (MG).

Continue Lendo

Aconteceu

Família é torturada com ‘roleta-russa’ por ladrões e fica por mais de 5 horas em cárcere em MS

Avatar

Publicado

dia

Por

Uma família foi torturada por três ladrões com o método de “roleta-russa” e mantidos em cárcere por mais de 5 horas dentro da própria residência, em Itaquiraí, a 395 km de Campo Grande. As informações foram registradas em Boletim de Ocorrência na manhã dessa segunda-feira (5).

No boletim, a Polícia Civil descreveu que os ladrões “passaram a tortura-los apontando arma de fogo o tempo todo e fazendo ameaças de atirar, inclusive municiando o cilindro da arma com uma munição e acionando o gatilho e suas direção, tipo “roleta-russa”. O registro da ocorrência aponta que a família foi mantida em cárcere das 19h dessa domingo (4), até às 0h20 dessa segunda (5).

Para entrar na residência, o casal contou no BO que, um dos ladrões teria pedido socorro ao lado de fora da residência, momento em que o homem saiu para prestar ajuda. Neste momento, outros dois homens, encapuzados, adentram ao recinto e anunciaram o assalto.

No BO, está descrito que os três homens portavam armas de fogo e ao entrar na casa, derrubaram a porta do quarto em que a mulher e os dois filhos, de 2 e 9 anos, estavam.

Após as horas de tortura, os ladrões roubaram o carro e uma caminhonete. No BO, é informado que dois assaltantes levaram os carros, e um permaneceu na residência, mantendo a família em cárcere. Em um determinado momento, o ladrão que ficou na residência, teria saído para ligar para os comparsas, então, a família aproveitou a deixa para fugir pelos fundos do local.

O delegado que investiga o caso, Eduardo Lucena, disse que as diligências estão sendo feitas e os bandidos senguem sendo procurados.

Continue Lendo

Aconteceu

Homem fica preso a grades ao tentar furtar casa em Ceilândia

Avatar

Publicado

dia

Por

O homem foi resgatado pela Polícia Militar e em seguida, detido em flagrante. Após não conseguir entrar pela porta, o ladrão tentou atravessas as grades e ficou preso

Os policiais foram acionados após o ladrão pedir ajuda – (crédito: PMDF/Divulgação)

A Polícia Militar realizou uma prisão inusitada nessa segunda-feira (5/4): por volta das 12h, um homem ouviu gritos de uma pessoa que pedia ajuda em uma casa na QNP 12, do P-Sul, em Ceilândia. Diante da situação, ele decidiu ligar para o 190 e pedir pelo socorro da polícia.

Minutos depois, policiais militares chegaram ao local e, apesar de a casa estar trancada e a entrada estar vazia, também escutaram os apelos, que pareciam vir de dentro do imóvel.

Para conseguir entrar na residência, a polícia usou uma escada emprestada pelos vizinhos para pular o muro. Quando conseguiram entrar na casa, se depararam com uma surpresa: um homem estava preso pela cabeça às grades da porta da cozinha. O ladrão tinha tentado arrombar a porta, mas, sem sucesso, optou por tentar entrar através das grades.

Depois de libertado, o homem, 22 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro), onde está preso em flagrante. Dentro da viatura policial, no caminho para a delegacia, o rapaz confessou aos policiais que está desempregado e admitiu que tinha a intenção de roubar a casa. Ele vai responder pela tentativa de furto.

Continue Lendo

Viu isso?