Home » Mundo » Estados Unidos » Trump gosta ‘25% menos’ de Taylor Swift, após cantora apoiar democrata

Trump gosta ‘25% menos’ de Taylor Swift, após cantora apoiar democrata

Ao criticar senadora republicana, cantora irritou o presidente americano e ainda fez crescer o número de pessoas que se registraram para votar

O presidente americano, Donald Trump, afirmou que gosta “cerca de 25% menos” da música de Taylor Swift, após ela apoiar o candidato democrata do Tennessee Phil Bredesen para a Câmara alta. Em um texto compartilhado no final de semana através da sua conta no Instagram, em que acumula mais de 112 milhões de seguidores, a cantora pop falou sobre política pela primeira vez publicamente.

Taylor criticou duramente a candidata republicana Marsha Blackburn e declarou que votará nos democratas Bredesen e Jim Cooper. “Não posso votar em alguém que não está disposto a lutar por dignidade para TODOS os americanos, indiferente da cor da pele, gênero ou quem eles amam”, justificou.

Trump foi questionado, na segunda-feira, sobre a publicação e declarou aos repórteres na Casa Branca: “Tenho certeza que Taylor Swift não sabe nada sobre Blackburn”. “Vamos dizer que eu gosto da música de Taylor cerca de 25% menos agora, ok?”, acrescentou o presidente, mostrando um sorriso irônico.

O presidente já mencionou a cantora pop algumas vezes na sua conta do Twitter. “Fico feliz em saber que Taylor Swift será coapresentadora do especial do Grammy em 5 de dezembro. Taylor é ótima!”, escreveu na rede social em outubro de 2012. Em agosto do mesmo ano, ele ainda declarou, dirigindo-se a ela diretamente: “Obrigado pela linda foto – você é fantástica!”.

Eleitores

A postagem de Taylor Swift sobre as eleições de meio de mandato de novembro também obteve repercussão entre o público. A organização não governamental responsável pelo site Vote.org, que disponibiliza informações relevantes para os eleitores americanos, como datas ou formulários de registro, divulgou o aumento de assinantes desde o final de semana.

Na segunda-feira, a plataforma recebeu mais de 65.000 registros no período de 24 horas, de acordo com o site americano BuzzFeed News. Em todo o mês de setembro, foram realizados 190.178 registros, enquanto em agosto, o número foi de apenas 56.669.

O resultado foi ainda maior no estado do Tennessee, onde Taylor passou grande parte da adolescência e ainda é eleitora. O site recebeu até o momento 5.183 registros — sendo que ao menos 2.144 destes nomes foram adicionados nas últimas 36 horas. Já em setembro, esse dado foi de apenas 2.811, e em agosto, 951.

Fonte: Portal Veja

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?