Home » Ciência » Natureza e Meio Ambiente » Oitavo planeta é descoberto em sistema parecido com o da Terra

Oitavo planeta é descoberto em sistema parecido com o da Terra

A descoberta foi feita graças ao uso da inteligência artificial que localizou o planeta girando ao redor de Kepler 90, estrela semelhante ao Sol

A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, encontrou um oitavo planeta no sistema Kepler-90, empatando-o com o nosso sistema solar. O exoplaneta, como são chamados os planetas localizados fora do nosso sistema, foi chamado de Kepler-90i e orbita a estrela Kepler 90, parecida com o Sol, porém um pouco maior.

O sistema Kepler-90 está a 2.545 anos luz da Terra, na Constelação de Draco. “O sistema estrelar Kepler-90 é como uma mini versão do nosso Sistema Solar. Você tem planetas pequenos dentro e grandes planetas fora, mas tudo está muito mais perto”, afirma Andrew Vanderburg, membro da Nasa e astrônomo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos. O último planeta do sistema, o Kepler-90h, possui a mesma distância da sua estrela que a Terra do Sol.

O novo achado é o menor dos planetas do sistema, mas ainda é 30% maior que a Terra. Por estar próximo à estrela, a sua temperatura pode chegar a 800 Fahrenheit (425 graus célsius) e seu movimento de translação (em torno da estrela) é de 14,4 dias.

A descoberta foi possível graças a utilização do telescópio Kepler, da Nasa, em conjunto com uma máquina de inteligência artificial do Google. A máquina tem a capacidade de “aprender” as coisas e neste caso ela foi ensinada a localizar exoplanetas no sistema Kepler-90. Quando um planeta passa em frente à sua estrela há uma falha no brilho de luz, como uma sombra, que a máquina é capaz de identificar e assim apontar onde está o planeta.

“Assim como esperávamos, há descobertas emocionantes espreitadas nos nossos dados arquivados da Kepler, à espera da ferramenta ou tecnologia certa para desenterrá-los”, disse Paul Hertz, diretor da Divisão de Astrofísica da Nasa em Washington. “Este achado mostra que nossos dados serão um tesouro disponível para pesquisadores inovadores nos próximos anos”.

A tecnologia também foi capaz de identificar outros exoplanetas anteriores a esse, como no sistema Kepler-80, em que a máquina identificou o planeta Kepler-80g, cujo tamanho é semelhante ao da Terra, juntamente com quatro de seus vizinhos.

Publicação: Redação Brasil (m)
Tags

Login

Perdeu sua senha?