Home » Mundo » Estados Unidos » Furacão Florence volta a categoria 3 e se aproximada costa leste dos EUA

Furacão Florence volta a categoria 3 e se aproximada costa leste dos EUA

De acordo com especialistas, o furacão Florence deve atingir a categoria 3 nesta segunda e permanecerá como ciclone perigoso até na próxima quinta-feira

Miami – O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) prevê que o furacão Florence atinja nesta segunda-feira de novo a categoria 3 na parte leste do país, enquanto os ciclones Helene e Isaac continuam ganhando força no Oceano Atlântico.

Os cientistas do NHC, com sede em Miami, informaram que Florence “se transformará em um furacão de categoria maior (3) esta manhã” e “permanecerá como ciclone extremamente perigoso até na próxima quinta-feira”.

Ele está 1.005 quilômetros ao sudeste das Bermudas e 860 quilômetros ao norte-nordeste do norte das Ilhas de Sotavento, no Caribe, afirmou o NHC em seu boletim mais recente. Florence apresenta ventos máximos constantes de 165 km/h e se desloca na direção oeste-noroeste com velocidade de translação de 15 km/h.

Os furacões Helene e Isaac seguem avançando pelo Atlântico.

O furacão Helen, de categoria 1, apresenta ventos máximos constantes de 140 km/h e se encontra 485 quilômetros a sudoeste de Cabo Verde. Ele se desloca para o oeste-noroeste com uma velocidade de translação de 28 km/h e acredita-se que voltará a ganhar força hoje para começar a se enfraquecer na quarta-feira.

O outro ciclone na mira dos meteorologistas é Isaac, também de categoria 1, formado no sábado passado no centro do Oceano Atlântico, que tem ventos máximos constantes de 120 km/h. Ele se move para o oeste e se encontra a 1.985 quilômetros ao leste das Ilhas de Barlavento e prevê que se mova “através das Pequenas Antilhas e do leste do Caribe na quinta-feira”. Os especialistas do NHC informaram que Isaac “terá um fortalecimento extra nas próximas 48 horas” e, a partir da metade da semana, enquanto se aproximar das Pequenas Antilhas, vai se enfraquecer.

De acordo com meteorologistas americanos, a temporada de furacões no Atlântico está 60% abaixo do normal. A previsão da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) prevê cinco furacões para o Atlântico e só um de categoria mais destrutiva.

Fonte – Portal Exame

 

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?