Home » Aconteceu » Eliminada na primeira fase da Copa, Costa Rica define saída de técnico

Eliminada na primeira fase da Copa, Costa Rica define saída de técnico

A expectativa era de que o país pudesse repetir o desempenho de 2014 na Rússia, mas acabou eliminado precocemente após derrotas para Sérvia e Brasil

San José – A Federação Costarriquenha de Futebol (Fedefutbol) anunciou na última quarta-feira a saída do técnico Óscar Ramírez do comando da seleção nacional. O treinador, que tinha contrato até o fim do torneio, não resistiu à fraca campanha na Copa do Mundo da Rússia, em que o país caiu ainda na primeira fase, sem nenhuma vitória.

“O contrato do Óscar venceu depois da partida contra a Suíça e a decisão de não renová-lo foi tomada em acordo com o comitê executivo. Quero agradecê-lo por todo esforço, e me parece que a Costa Rica ganha agora um treinador com experiência internacional. O legado que ele deixa é de que existe capacidade na Costa Rica para que leve os processos da seleção”, declarou o presidente da Fedefutbol, Rodolfo Villalobos.

Depois de surpreender no Mundial do Brasil em 2014, sob o comando de Jorge Luis Pinto, a Costa Rica passou a ser comandada por Ramírez no ano seguinte. A expectativa era de que o país pudesse repetir o desempenho na Rússia, mas acabou eliminado precocemente após derrotas para Sérvia e Brasil. Na despedida, ainda arrancou um empate com a Suíça.

Para a vaga de Ramírez, Villalobos prometeu anunciar o substituto em breve. “Vamos fazer a substituição de acordo com o jeito que pensa a federação. Gostaríamos de alguém com experiência mundial, isso é positivo para o grupo. Mas se não pudermos trazer um nome assim, não imagino o que possa valer neste momento.”

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?