Home » Mundo » Ásia » Adolescentes presos em caverna na Tailândia se comunicam com familiares

Adolescentes presos em caverna na Tailândia se comunicam com familiares

Oxigênio no bolsão de ar reduz drasticamente e atinge 15%, abaixo do limite normal de 21%; equipes de resgate correm contra o tempo para salvar os jovens

Os 12 adolescentes e seu técnico de futebol de 25 anos de idade que estão presos em uma caverna do norte da Tailândia desde 23 de junho conseguiram se comunicar com seus familiares, conforme foi confirmado hoje (6) por um membro das equipes de resgate.

A fonte, que pediu não ser identificada pois não tinha permissão para falar com os veículos de imprensa, evitou especificar o modo como conseguiram estabelecer contato entre a parte de fora e o interior da caverna.

“As equipes utilizam muitas formas de comunicação ao longo dos túneis subterrâneos. Na quinta-feira, trabalhavam para levar um cabo de conexão telefônica até a cavidade onde se encontram os adolescentes, mas também usa tecnologia sem cabos ou inclusive manual, como cartas”, afirmou.

As autoridades analisam duas opções para a saída dos meninos: mergulhar pelas passagens inundadas ou encontrar um buraco na montanha por onde poderiam ser retirados com ajuda de um helicóptero.

A princípio, a equipe de resgate acreditava que os jovens poderiam permanecer no local por até quatro meses, esperando que a temporada de monções (marcada pelas fortes chuvas) passasse. Porém, o oxigênio no bolsão de ar em que os garotos se encontram reduziu-se drasticamente e atingiu 15% — muito abaixo do limite normal de 21%.

Por causa disso, os membros da equipe de resgate tiveram de levar mais oxigênio para dentro da caverna. Ontem, um ex-mergulhador da Marinha tailandesa morreu após o ar de seu cilindro acabar enquanto distribuía tanques de oxigênio ao longo de uma potencial rota de saída.

O bom tempo e a drenagem artificial das águas que inundam a caverna abriram a possibilidade para uma tentativa de resgate nos próximos dias, ainda que as autoridades não tenham divulgado uma data para a operação. A equipe de resgate deve prosseguir gradualmente, tirando primeiro os jovens em melhores condições físicas e psicológicas.

O grupo — composto por 12 adolescentes entre 11 e 16 anos e um adulto de 26 anos — foi localizado na noite da última segunda-feira (2) em uma área de terra firme, cerca de 4 quilômetros dentro da caverna, após nove dias de intensa busca com uma equipe de mais de 1.300 pessoas.

Os militares, entre eles um médico e um psicólogo, cuidam dos garotos com suplementos energéticos e vitaminas. Apesar de visivelmente magros, estão em bom estado de saúde. Dois deles e o técnico de futebol, porém, estão mais debilitados e devem esperar uma recuperação para serem resgatados.

Fonte Portal Veja

Publicação: Redação Brasil (m)

Login

Perdeu sua senha?