Home » Saúde » Dieta e Nutrição » 7 mitos e verdades sobre a água

7 mitos e verdades sobre a água

Descubra do que o líquido da vida é capaz. Se os seus dentes sensíveis a impedem de aproveitar esses benefícios, fique atenta às dicas abaixo

Não é por acaso que o consumo de água gera tantas lendas. Ela é fundamental para a vida, mesmo não oferecendo nenhum nutriente. Está na base formadora do planeta e do próprio corpo humano. Mas daí a afirmar que todo mundo deve beber oito copos de água por dia… Não é obrigatório, de forma alguma1.

E quando a água está gelada e os dentes doem, o que fazer? Saiba tudo isso e muito mais neste guia sobre sete mitos e verdades a respeito da água. A lista foi elaborada com base em pesquisas apresentadas pela Organização Mundial da Saúde e pelas universidades de Harvard, de Illinois, da Universidade da Carolina do Sul, Vanderbilt, Birmingham, Missouri-Columbia, além do Centro Médico Batista Wake Forest.

1. Água ajuda a controlar a pressão

MITO

Não existe nenhuma correlação entre estar bem hidratado e manter a pressão arterial. Na verdade, essa lenda surgiu porque os médicos recomendam o consumo de água para pessoas com problemas cardíacos. É que a desidratação deixa o organismo mais quente e, no caso dos pacientes de risco, essa variação na temperatura pode levar a febres capazes de provocar paradas cardíacas. Ou seja: água de menos é perigoso para quem já tem problemas. Mas o consumo do líquido, sozinho, não faz diferença2.

2. Água emagrece

VERDADE

Está mais do que comprovado: a água acelera o metabolismo e ajuda na queima de gorduras. Também é sempre mais indicada do que outras bebidas altamente calóricas e açucaradas – até porque, geralmente, as pessoas prestam mais atenção ao que comem do que ao que bebem3. E mais: existem indícios de que água gelada ajuda a emagrecer porque o organismo precisaria fazer um esforço extra para equilibrar a temperatura do líquido dentro do estômago. Agora, cuidado para não tomar água perto das refeições. Nesses casos, a água atrapalha na absorção de nutrientes. O ideal é não beber líquidos de meia hora antes até uma hora depois de cada refeição4.

3. Água gelada congela o cérebro

MITO

Não! Essa lenda do tempo dos nossos avós não tem nenhum fundamento científico. Mas, em compensação, água gelada pode fazer o dente doer5. Se a pessoa tiver dentes sensíveis, vai sentir uma dor curta e intensa. Sua causa é a exposição da dentina, a parte do dente que deveria estar protegida pelo esmalte dental ou pelas gengivas. Três em cada quatro dos casos de sensibilidade acontecem em reação a produtos frios – água gelada, sorvetes ou mesmo o contato com ar muito frio durante o inverno. Aliás, talvez venha daí a lenda do cérebro congelado: em alguns casos, a sensibilidade é tão grande que provoca dor de cabeça. O importante é que essa é uma condição que pode ser cuidada com soluções simples que aliviam a dor, como: trocar o uso contínuo de um creme dental regular por um creme dental para dentes sensíveis. Um dentista pode ajudar.

4. Água estraga

VERDADE

Essa história está ligada a outra, a de que água armazenada em garrafa de vidro é mais saudável do que a que fica em embalagem de plástico. Na verdade, a água estraga quando é submetida a temperaturas muito altas ou fica em contato com agentes infecciosos, como bactérias. Se ficar em garrafas lacradas, o líquido dura mais – e, de fato, vidro preserva melhor do que plástico. Ainda assim, se não tiver outra opção, a pessoa pode ferver a água e deixá-la esfriar em ambiente limpo. Assim ela estará própria para o consumo novamente6.

5. Água com gás evita celulite

MITO

Não deveria ser o contrário? Se o refrigerante causa celulite, a água com gás também não seria perigosa? O problema desse mito é que a celulite ainda é um mistério para a medicina. Suas causas não são totalmente conhecidas, mas parecem ter relação com a genética e a falta de atividade física. Agora, definitivamente, não existe nenhuma ligação entre celulite e água, com ou sem gás. O líquido nem causa nem previne o problema. Aliás, não existe nenhuma evidência de que água com gás faça bem ou mal – é apenas a mesma água, com um pouco de dióxido de carbono para fazer as bolhas.

6. Água demais pode matar

VERDADE

Só existe uma lei a respeito da quantidade de água: beba quando tiver sede; pare de beber quando estiver saciada. É simples assim. Água a mais não ajuda o coração, nem o fígado, nem o intestino. Precisamos, sim, de pelo menos 2 litros diários, mas boa parte disso já é fornecida pelas refeições. Exagerar na dose não é apenas inútil. É perigoso: consumido em excesso, o líquido pode atrapalhar o funcionamento dos rins e baixar os níveis de sódio no sangue1.

7. Água faz bem para a pele

MITO

Ao ajudar o intestino a fazer seu trabalho de absorver nutrientes e eliminar toxinas, a água ajuda a manter todo o organismo mais equilibrado. Mas não existe nenhum estudo que comprove a relação entre hidratação e qualidade da pele. A água que ingerimos costuma seguir para os músculos, para os órgãos e para a pele do corpo todo, sem nenhuma preferência pelo rosto, por exemplo7. Além disso, beber água mais do que o necessário não melhora o desempenho nem dos músculos, nem dos órgãos, nem da pele.

 

Publicação: Redação Brasil (m)
Tags

Publicações Similares

Login

Perdeu sua senha?